Mais a visão se aprofunda,
mais estrelas se percebem,
na escuridão...

8 de março de 2018

Cão invisível


Perambula,
passa noites e manhãs
sob um céu de estrelas e pássaros
que todos vêem.

Entra e sai sem ser notado,
anda pela casa,
deita-se pelos cantos.

Observa,
ouve silenciosamente.

Olha as pessoas nos olhos,
ansiando por um afago.

Seu tempo se dilui
nas vidas de quem ama
incondicionalmente.


dez.2017 - fev.2018