Mais a visão se aprofunda,
mais estrelas se percebem,
na escuridão...

2 de maio de 2014

Imperdoáveis eus


Cansado...

Das doutrinas, dos dogmas a querer iluminar
o que sempre soube sem aprender,
o que concebi por tanto viver,
o que sempre pratiquei sem transigir.

De não saber esquecer o que feriu.
De esbarrar com os que ferem e seguem
considerando pouco o que fizeram.
De tentar, sem querer, ser um deles.

Dos que revolveram infernos sepultados.
Dos que apedrejaram candidamente.

Dos que me esperam um dos seus.
Dos que imaginam pertencer
aos inexistentes meus.

Dos que imaginam poder julgar.
Dos que me dizem o que fazer,
dos que esperam que eu faça
dos que têm certeza do que farei.

Dos que supõem meus motivos e desenlaces iguais aos seus,
sem compreender meus caminhos, meu espírito, minha mente,
meus anormais, imperdoáveis eus.

fev - abr 2014
©Alfredo Cyrino / Indigo Virgo®